Vai levar só um minutinho, tá?

Hoje, o tempo anda cada vez mais escasso no dia a dia do motorista e esperar tem se tornado um exercício cada vez mais difícil.

Quem tem automóvel sabe que uma das coisas mais incômodas nesse mundo das quatro rodas é a manutenção e o tempo precioso que ela exige.

Por isso, a Renault traz ao Brasil o Renault Minuto, serviço que serve para facilitar a vida do consumidor ao juntar o que há de melhor em dois mundos distintos: o atendimento direto e informal da ofi cina independente e a garantia e confi abilidade das concessionárias, mas cobrando preços menores.

A expectativa da marca francesa é abrir 70 pontos Minuto até 2016 e que 40% dos atendimentos sejam feitos em carros com mais de três anos de fabricação, período em que, normalmente, o consumidor deixa de ir à concessionária por causa dos preços e do tempo de espera necessário.

As primeiras unidades já estão funcionando em Curitiba (PR) e Campinas (SP) e outras devem ser abertas em cidades onde a frota de Renault justifique o investimento.

Cada uma das “miniconcessionárias” trabalhará apenas com serviços mecânicos e não com a parte elétrica do carro, que continua requerendo a ida à concessionária. Elas estão localizadas próximas a vias de grande fluxo e centros comerciais para facilitar o acesso dos proprietários.

Hoje, são 1.400 unidades no mundo que atendem todos os veículos de passeio ou comerciais leves da marca francesa em menos tempo e com menos aborrecimento.

- HISTÓRIA
O sistema Renault Minuto surgiu na França em 1986 e, como no Brasil, deveria atender apenas modelos da própria marca. O sucesso foi tão grande que, depois de algum tempo, os boxes de serviço rápido começaram a atender veículos de outras fabricantes, levando à criação de uma linha de peças que atendia a esses carros. Na América Latina, o Renault Minuto chegou primeiro na Argentina em 1997, além de estar também na Colômbia e no México – são 55, 32 e 7 pontos de atendimento, respectivamente.

- COMO FUNCIONA
O carro chega e o proprietário é recebido diretamente pelo consultor técnico, que vai avaliar o veículo, diagnosticando qual é o serviço necessário. Os preços são cotados baseados nas melhores ofi cinas autônomas da região, mas é sempre inferior ao da concessionária. Nenhuma intervenção, como alinhamento e balanceamento, pode ultrapassar duas horas até o faturamento e há garantia de peças e serviços por um ano, sem limite de quilometragem.

- AS VANTAGENS
O diretor de Pós-Venda e Satisfação do Cliente, Luiz Fernando Pedrucci, elencou à Carro Hoje algumas das vantagens do sistema de serviços rápidos:
- O relacionamento direto entre o consumidor e o consultor técnico.
- Valores reduzidos em relação ao mesmo serviço prestado na concessionária.
- Horários alternativos, uma vez que o atendimento começa às 7h30 e encerra só às 19h30.

- OS SERVIÇOS
Somente serviços “básicos” serão oferecidos na Renault Minuto, entre eles todas as revisões de veículos dentro da garantia de fábrica, trocas de óleo, filtros, baterias e correias, reparos em freios, conjunto de iluminação, sistema de ignição, alinhamento, balanceamento e manutenção da suspensão. Toda a parte eletrônica, como ajuste de injeção e a própria central (ECU), continua a cargo das concessionárias convencionais para ajustes ou substituições. Os consultores de cada unidade da Renault Minuto recebem o treinamento da fábrica relacionado apenas aos serviços ali prestados e também de relacionamento com o cliente. Esse curso não é oferecido aos que trabalham em concessionárias. Quem desejar pode se dirigir às ofi cinas das autorizadas para executar esses serviços, que continuam sendo oferecidos.

E SE...

...o meu Renault for da frota de veículos importados quando a marca chegou no Brasil? Não tem problema, todas as lojas têm peças de reposição e os consultores técnicos receberam o treinamento necessário para atender qualquer veículo da marca já vendido no país.

...os consultores diagnosticarem um problema que não faz parte da lista de serviços da Renault Minuto? Eles agendam no mesmo instante o serviço na concessionária.

...eu tiver um carro vendido no país vizinho rodando aqui? Há uma base de dados mundial sobre qualquer carro já produzido pela marca e serviços básicos podem ser realizados, contudo não há estoque de peças de carros nunca vendidos aqui.

  • Fonte: Carro Online /
  • Autor: Daniel Fideli /
  • Data: 06 setembro 2012
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS