STF ABRE CAMINHO PARA FÁBRICA DA KIA NO BRASIL

Um ano depois, a Asia Motors do Brasil procurou a Asia Motors Corporation para firmar uma joint-venture. A empresa sul-coreana aceitou a proposta, ficando com 51% das ações do acordo e o direito de controlar a AMB. No entanto, a Asia Motors Corporation nunca exerceu efetivamente o controle sobre a Asia Motors do Brasil. Em junho de 1999, a Kia Motors Corporation incorporou a Asia Motors Corporation, iniciando os trâmites para esclarecer os aspectos referentes às relações comerciais entre as empresas.

Com as decisões do STF e do ICC, a Kia Motors deve ter caminho livre para erguer sua primeira fábrica no país, algo impossível justamente pela existência desta antiga pendência judicial. No começo deste ano, José Luiz Gandini, presidente do Grupo Gandini e importador oficial da Kia no Brasil, já havia garantido a construção de uma planta brasileira. “Isso está decidido, mas não sabemos se ela será da Kia, do Grupo Gandini ou se será uma joint venture entre as partes”, disse o executivo na ocasião.

  • Fonte: REVISTA QUATRO RODAS /
  • Autor: VITOR MATSUBARA /
  • Data: 04 setembro 2013
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS