Renault mostra versão de produção do crossover Captur

Por dentro, como de praxe nos automóveis de origem francesa, a ousadia não prevalece. No entanto, por outro lado, o Renault Captur tem comandos bem localizados, um painel de instrumentos com desenho que foge um pouco da tradicionalidade dos carros da marca e acabamento bem-feito, com direito a revestimento emborrachado na parte superior do painel e detalhes em preto piano, como no volante, nas saídas de ar e nos painéis das portas. A cabine, contudo, promete ser bastante espaçosa, apesar de suas medidas compactas, com comprimento de 4,12 metros.

Entre os equipamentos há sistema de entretenimento R-Link com tela sensível ao toque, hands-free, câmera e sensores para auxílio nas manobras, dentre outros. Na gama de motores, o Renault Captur trará blocos a gasolina e a diesel, ainda não revelados pelo fabricante, mas que prometem economia de combustível. O protótipo vinha equipado com um motor 1.6 litro, biturbo, a diesel, de 160 cv e 38,7 kgfm de torque. O modelo, segundo rumores, poderá trazer ainda o novo propulsor três cilindros de 90 cv da Renault. O Renault Captur será fabricado em Valladolid, na Espanha, de onde saia o Modus.

  • Fonte: Notícias Automotivas /
  • Autor: Notícias Automotivas /
  • Data: 11 janeiro 2013
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS