PEUGEOT USA IMPRESSÃO 3D E SOM DE DJ BRASILEIRO NO FACTRAL

Seguindo a filosofia i-Cockpit, a marca francesa quis revolucionar não apenas a posição de dirigir (o protótipo segue outros modelos de produção da montadora ao usas volante ovalado e posicionado abaixo do painel de instrumentos), mas também a forma como o motorista se relaciona com o sistema de som do carro.

Para isso, contratou o DJ brasileiro Amon Tobin, que arquitetou um sistema com 13 alto-falantes posicionados em pontos estratégicos da cabine, incluindo os bancos, para usar até o corpo dos ocupantes como "caixas de som".

Telas dão lugar a hologramas
Todos os elementos da decoração interior são feitos com peças de impressão 3D, e pensados para maximizar a experiência acústica. Além disso, quadro de instrumentos e sistema multimídia substituem as cada vez mais convencionais telas digitais por hologramas.

O protótipo também segue nova legislação europeia, que prevê a emissão de alertas sonoros quando veículos 100% elétricos passam por cruzamentos (a ausência de barulho dos motores elétricos vem causando problemas para ciclistas e pedestres, que muitas vezes não percebem a presença de um carro silencioso).

Para conhecer melhor o Fractal, basta dar o play no vídeo que abre a matéria. Quer saber mais detalhes do conceito? Confira no álbum exclusivo.

Galeria de imagens

  • Fonte: CARROS UOL /
  • Autor: EUGENIO AUGUSTO BRITO /
  • Data: 18 setembro 2015
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS