O que fazer ao tirar o carro da loja?

E O SEGURO? Faça o seguro do automóvel antes mesmo de retirar o carro.

QUANTO CUSTA? Depende do estado. Em São Paulo, as taxas de registro e a lacração do veículo custam a partir de R$ 275.

A PRIMEIRA DICA: é não comprar sem ver. Se o carro pretendido não estiver na concessionária, peça para vê-lo antes de ele ser faturado. Assim, você pode conferir se é do jeito que você esperava.

QUANDO NEGOCIAR: veja se você irá contratar os serviços de despachante indicados pela concessionária. O trâmite é assim: com o documento de faturamento do veículo, cópias do CPF, RG, comprovante de residência, contrato do leasing ou financiamento e uma procuração, o despachante vai ao Detran registrar o carro e emitir o CRV (Certificado de Registro de Veículo), que virá junto com o DUT (Documento Único de Transferência). Também será necessário pagar uma taxa de lacração, IPVA e seguro obrigatório. Em alguns estados, o proprietário pode fazer tudo sozinho.

A QUANTIDADE: de quilômetros no hodômetro deve ser observada. Se você comprou um 0 km, obviamente ele nunca virá totalmente zerado, já que o carro certamente já rodou um pouco para ser testado. Além disso, o estoque da loja pode ser um pouco distante da concessionária. Mas se o conta-giros estiver com mais de 100 km, desconfie e pergunte o motivo.

NÃO DEIXE: de fazer um check list. Comece pelo porta-malas e confira a existência de estepe, triângulo, macaco e chave de roda. Veja também o extintor, acenda os faróis e setas, mexa nos bancos, acione a buzina, limpadores de para-brisa e ar-condicionado. Dar uma boa vistoriada nos bancos, revestimentos e na lataria em um lugar bem iluminado ou no sol também é recomendável.

  • Fonte: Carro Online /
  • Autor: Bell Gama /
  • Data: 11 setembro 2012
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS