Metalúrgicos da Honda no interior de SP aprovam reajuste de 9%

Trabalhadores da fábrica da automóveis da Honda em Sumaré (SP) aprovaram nesta terça-feira proposta de reajuste salarial de 9 por cento, informou sindicato de metalúrgicos da região.

O acordo envolve cerca de 3.200 trabalhadores da unidade que produz os modelos Fit, City e Civic, informou o Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região.

O aumento ocorreu depois de greve do primeiro turno da fábrica na segunda-feira, disse Eliezer Mariano da Cunha, dirigente sindical. Segundo ele, o acordo foi o primeiro a ser fechado na região que reúne cerca de 62 mil metalúrgicos.

Pelos termos acordados, os metalúrgicos da Honda em Sumaré receberão aumento de 5,39 por cento relativo à inflação pelo INPC, mais 3,43 por cento de ganho real. A montadora também vai pagar abono de 3.400 reais.

A Honda retomou em fevereiro os níveis de produção em Sumaré depois que o volume de carros da linha de montagem ter sido reduzido no ano passado devido aos destastres naturais no Japão e na Tailândia, que afetaram a distribuição mundial de componentes.

De janeiro a agosto, as vendas de automóveis e comerciais leves da Honda somam 88.248 veículos, crescimento de 34 por cento sobre o mesmo período de 2011, ante uma expansão do setor de 7 por cento no mesmo intervalo.

Na semana passada, metalúrgicos da General Motors em São José dos Campos (SP) aprovaram reajuste de 8,24 por cento que inclui aumento real de 2,7 por cento, além de abono de 3.250 reais .

  • Fonte: Carros Uol /
  • Autor: Alberto Alerigi Jr. /
  • Data: 18 setembro 2012
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS