GOOGLE AVANÇA EM PROCESSO PARA LEGALIZAR AUTOMÓVEIS AUTÔNOMOS

A NHTSA, agência federal de segurança viária do governo norte-americano, afirmou em comunicado enviado ao Google que o veículo de condução autônoma desenvolvido pela empresa poderá ser considerado equivalente legal a um motorista de verdade - isso quando a tecnologia estiver de fato pronta para as ruas.

"Concordamos com o Google que seu carro autônomo não terá um motorista, contrariando o senso tradicional de que automóveis necessitam de um condutor, vigente há mais de um século", completou a agência no texto, uma resposta a questionamento do próprio Google. A gigante de tecnologia quer mudanças na legislação para permitir que seus automóveis-robôs sejam comercializados e rodem em vias públicas.

Não bastassem os desafios técnicos para criar um carro-robô tecnicamente seguro e confiável, as regras de trânsito, da forma como estão escritas, inviabilizam ou dificultam sua homologação. Um exemplo disso: nos EUA, todo automóvel tem de trazer sistema de freios acionado pelo pé, de dentro da cabine. Um carro autônomo, que freia, acelera e faz curvas sozinho, não precisaria ter pedal de freio, tampouco volante, ao menos em tese. Há especialistas que defendem a presença de comandos convencionais para casos de emergência, que exijam intervenção humana.

A agência governamental, inclusive, promete apresentar em até seis meses as linhas gerais de uma nova legislação de trânsito, levando em conta as peculiaridades dos veículos de condução autônoma, tecnologia atualmente em desenvolvimento não apenas pelo Google, como também por montadoras, como Ford e Tesla. A verdade é que ainda restam muitas dúvidas a esclarecer: em caso de acidente com vítimas envolvendo carros sem motorista, quem seria responsabilizado?

Mesmo com tanto debate e pesquisa pela frente, a companhia criadora do Android dá mais um passo no caminho rumo a "enquadrar" os veículos autônomos na legislação dos Estados Unidos - e, consequentemente, criar um precedente para que outros países sigam o mesmo rumo.

  • Fonte: AUTO ESTRADA /
  • Autor: REDAÇÃO /
  • Data: 11 fevereiro 2016
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS