DESVENDANDO O SEGURO AUTOMOTIVO

Um carro é um investimento. Para muitos, é um sonho que demora anos para ser realizado e só acontece com economias e financiamentos. E, para fazer tudo isso valer a pena, é preciso buscar a melhor forma de preservar seu veículo, tendo cuidado na condução e com sua conservação, e contratando o seguro automotivo que mais se encaixa com as suas necessidades.

De forma prática, a contratação de um seguro significa transferir os riscos que seu carro corre para uma seguradora, para que ela arque com eventuais prejuízos que possam ocorrer a ele, desde que o valor não passe o limite contratado. Mas a oferta é grande e pode ser confusa, por isso reunimos algumas informações e dicas sobre seguros automotivos para facilitar na hora da contratação.

• Quando for contratar uma seguradora, pesquise e se informe bem. Procure a que mais se adequa às suas necessidades, oferece os melhores valores e melhor condiz com seus interesses. Leia bem o contrato e tire suas dúvidas antes de assinar, sem esquecer de se informar sobre coberturas adicionais.

• Entenda os valores: você precisará pagar uma taxa anual de contratação do seguro. Caso aconteça algum acidente (o chamado sinistro) e a seguradora for acionada para efetuar algum reparo, você precisará pagar a franquia, valor previamente acordado para toda e qualquer vez que você requisitar os serviços da seguradora. Mas, atenção: caso o valor do sinistro seja menor que o da franquia, não compensará acionar o seguro e você pode arcar com as despesas sozinho.

• Ao contratar um seguro automotivo, preste atenção ao questionário que você precisa preencher e forneça seus dados corretamente. Muitas taxas e descontos são determinados por ele, de acordo com gênero e idade das pessoas que conduzem o veículo e onde ele fica estacionado, por exemplo.

• Uma cobertura útil que deve ser considerada é a que trata de danos a terceiros, a Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V). Com ela, no caso de colisões causadas por você, os prejuízos causados a outros veículos são de responsabilidade da seguradora, muitas vezes sem o pagamento da franquia. É uma forma de se sentir ainda mais seguro no trânsito.

• Outras coberturas adicionais, como para o caso de furtos de acessórios do automóvel, carro reserva caso seu veículo necessite de algum reparo, reposição de vidros, assistência 24h, dentre outras, podem fazer a diferença no caso de algum acidente, e nem sempre têm um custo extra muito alto. Por isso, pesquise e analise bem todas as possibilidades que as seguradoras têm a oferecer.
Depois que escolher e contratar o seguro que mais te agrada, lembre-se sempre de tomar as providências corretas na ocorrência de um sinistro como, eventualmente, um boletim de ocorrência. Além disso, o maior número de informações e descrições do que houve também ajudará, e você pode sempre entrar em contato direto com a seguradora por telefone, que te informará todos os passos a seguir caso aconteça alguma coisa.

  • Fonte: G1 /
  • Autor: REDAÇÃO /
  • Data: 13 outubro 2015
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS