CONHEÇA A HISTÓRIA DO "CARRO" QUE DOMINA AS VENDAS NOS EUA HÁ DÉCADAS

O veículo mais vendido nos EUA não é um carro, mas uma picape. A Série F da Ford domina as vendas de veículos nos EUA há décadas: desde 1984, superou até mesmo coisas tão onipresentes como o Toyota Camry e o Honda Accord como a máquina de quatro rodas mais popular nas ruas do país norte-americano.

Mas talvez nem mesmo seus fãs conheçam a complexidade de como a Ford F-1 original, de 1948, lançou a F-Series que acabou se transformando no veículo moderno que atualmente domina o mercado.

"A Ford [fabrica caminhonetes] há mais tempo, desde os tempos do T, e introduziu um motor V8 antes da Chevrolet e da Dodge", afirma Peter Fisher, especialista em veículos da RM Sotheby's. "Com certeza também existe uma base de colecionadores de picapes vintage da GM, até porque os exemplares da Dodge só foram populares a partir da década de 1970, mas sem dúvida a Série F é maior, basicamente uma instituição norte-americana", completa.

Sucesso

As primeiras caminhonetes da conhecida "F-Series" foram as F-1, F-2 e F-3, de 1948. Essas, de frente arrebitada, foram os primeiros veículos totalmente novos desenvolvidos pela Ford após o fim da Segunda Guerra Mundial -- foram, aliás, uma contribuição fundamental para o sucesso da marca nos EUA.

Os consumidores as adoravam não apenas pelo forte motor V8 ou pelos motores de seis cilindros em linha, ambos flathead, mas também por terem sido os primeiros veículos de trabalho em que os detalhes do interior foram levados seriamente em consideração -- elas deram aos consumidores a comodidade e a funcionalidade de um veículo agrícola, mas com conforto no interior até então associado apenas a carros de passageiros.

A Ford teria gasto US$ 1 milhão na época para desenvolvê-las e fazer com que o dinheiro dos compradores rendesse mais, melhorando a experiência dos usuários. Um comunicado da empresa na ocasião anunciava os primeiros modelos como "projetados para garantir o conforto da sala de estar".

Deu certo. Desde a estreia da F-1, em 1948, a Ford vendeu mais de 26 milhões de unidades no mundo inteiro.

Gerações

A F-1 da primeira geração é especial, mas os modelos da segunda geração, de 1953 a 1956, é o mais desejado e colecionado, de acordo com Fisher. Já a quinta geração, do fim da década de 1960 até o começo da década de 1970, tem o visual mais legal.

Seja qual for o ano, quem compra prefere escolher unidades que não estejam enferrujadas, mesmo que elas custem um pouco mais, e que tenham documentos com o histórico de consertos e manutenção. Essas picapes manterão o valor por mais tempo e precisarão de menos consertos.

Mais importante, se você for um colecionador, é comprar um exemplar mais próximo do original que você encontrar. Eles são os investimentos mais fortes, porque sobreviventes autênticos daquela época são raros. A maioria foi usada em fazendas e ranchos todos os dias até parar de funcionar... o que é exatamente como deveria ser -- afinal, não há maneira mais honrosa de uma caminhonete "morrer".

Considere-se sortudo se você achar uma ainda viva. Vale a pena ficar com ela.

  • Fonte: UOL CARROS /
  • Autor: REDAÇÃO /
  • Data: 28 junho 2017
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS