Citroën C3 Tendance 1.5, econômico e estável, é bom de cidade.

Maior e mais largo, o hatch melhorou em comportamento dinâmico e ficou mais divertido de dirigir que a geração anterior. O câmbio recebeu ajustes nas relações e, mesmo mantendo os engates longos do modelo antigo (a manopla também é a mesma), está mais preciso. O C3 ficou mais ágil.Econômico (o computador de bordo apresentou consumo instantâneo de 9,4 km/l, com etanol), o compacto mostrou que teve aulas de estabilidade com a turma da linha DS, principalmente, e de novo, se comparado ao modelo de geração anterior.

Porém, apesar de todos os elogios, ao manter 120 km/h como velocidade de cruzeiro na estrada, o giro mais alto (na casa das 3.000 rpm) começa a incomodar. Isso mostra que os dotes da versão mais fraca são mesmo para o público mais urbano. Apesar de toda a melhora estética e mecânica, a performance não pode ser considerada um ponto forte do compacto.

O C3 2013 ficou melhor que o anterior, sim, mas continua sendo um carro voltado para a calmaria (ou com aptidão urbana, escolha). Não exija dele, por exemplo, a diversão de dirigir que um Ford New Fiesta pode oferecer. A versão 1.6, com 122 cv, é o C3 certo para obter também alguma adrenalina.

  • Fonte: Uol Carros /
  • Autor: André Deliberato /
  • Data: 08 agosto 2012
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS